segunda-feira, 6 de novembro de 2006

...

É de manhã e o vento traz lembranças. Lembranças machucadas de coisas vividas que me espantam. O futuro também espanta. Como será o próximo instante? Melancolia. Clarice, doce Clarice: "minhas desequilibradas palavras são o luxo do meu silêncio". Lentamente meus olhos se fecham. É minha tentativa de reaproximação da realidade. Já não posso mais manipulá-la com um copo de uma bebiba qualquer. Sobriedade. Lucidez. Lógica. Me canso, me perco, me firo. Me calo.

3 comentários:

Claire disse...

A realidade machuca...
O passado também, às vezes...

Beijo.

Uma mulher disse...

Precisamos mesmo nos ver,estou com saudade tbm...
O passado, o presente e o futuro,está td me assustando,não quero mais dar conta...é quase insuportável..
Te adoro amiga,demais.

Lee disse...

Quero
vou
fui
não vi
voltei.