terça-feira, 23 de outubro de 2007

Monólogo onírico...

- Alô?
- Não demoro, prometo. Serei breve, prometo. Não quero incomodar, desculpa. Só liguei pra dizer que eu sei tudo que você vai falar. Eu aprendi sabe, com esse tempo de convivência, sabe, a ler você. Não, eu não tenho bola de cristal, não leio mãos, não jogo búzios, mais ainda assim, sabe, posso dizer que sei o que você tem a me dizer.
- Anh...
- Por favor, não me chame de pretensiosa. Mas é que eu sei, sabe?! Mas acontece que não posso pôr as palavras na tua boca. Tua boca, ai. Eu queria mesmo é dizer que desde aquele dia nunca mais consegui ouvir aquela música que eu chamava de "nossa". É, eu chamava de nossa. Eu queria dizer que fico horas olhando pra foto do ingresso daquele show que fomos. Eu não disse, mas naquele dia, eu já sabia que estava presa à você.
- Aham...
- Não presa no sentido ruim. Mas presa. Eu disse que seria breve, desculpa. Eu liguei mesmo foi pra dizer que, sabe, sinto sua falta. Não. Não foi só pra isso. Eu tenho passado algumas noites em claro pensando na última vez que te vi. Se eu soubesse que seria a última eu tinha dito tanta coisa... Eu teria me despedido de tudo doce que vivi. Eu teria te beijado e te abraçado com mais vontade. Não que tenha me faltado vontade um dia. Mas você sabe, né?
- Sei.
- Eu liguei mesmo, desculpa, pra dizer que, sabe, que todo mundo comete erros. Mas poucas pessoas têm a sensibilidade e a nobreza de perdoar. Não, não me acho nobre. Nunca fiz um ato digno desses. Mas eu te perdôo. Te liguei mesmo pra dizer que espero até o dia que você quiser conversar, sabe. E que talvez sentemos em algum lugar e choremos juntas, como daquela vez, sabe? Não, acho que você não lembra.
- É...
- Liguei mesmo, só pra dizer que, sinceramente sabe, desculpa. Desculpo. Boa noite linda.
...
(Ao som de Chico Buarque - Sinal Fechado)
"- Olá como vai?
- Eu vou indo e você, tudo bem?
- Tudo bem, eu vou indo correndo pegar um lugar no futuro. E você?
- Tudo bem, eu vou indo em busca de um sono tranquilo, quem sabe...
- Quanto tempo!
- Pois é, quanto tempo!"

3 comentários:

Gabi disse...

Lindo!
Como tudo que você escreve.

parabéns!

beijão gatan!

Amanda disse...

me senti mal ao me reconhecer nas respostas.....

D disse...

Ai ai ai... Dor no coração!

Que lindo, Li. Você e todo esse teu sentimento...

Beijo imenso.